Ir para conteúdo

Cidades inteligentes são feitas por organizações inteligentes

ICI apresenta solução no Smart City Expo Curitiba
ICI apresenta solução no Smart City Expo Curitiba
ICI apresenta solução no Smart City Expo Curitiba
Instituto recebe Prêmio Paranaense da Qualidade em Gestão
Aplicativo Saúde Já foi desenvolvido pelo ICI para a Prefeitura de Curitiba
ICI apresenta solução no Smart City Expo Curitiba
Instituto recebe Prêmio Paranaense da Qualidade em Gestão
Aplicativo Saúde Já foi desenvolvido pelo ICI para a Prefeitura de Curitiba

Curitiba é uma das cidades mais inteligentes do País, segundo o Ranking Connected Smart Cities, de 2017. E o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), que presta serviços de tecnologia para o município, contribui há 20 anos para essa conquista. No último, o primeiro ano da nova gestão da entidade, que tem como presidente Fabrício Zanini, o Instituto foi parceiro no desenvolvimento do aplicativo mobile Saúde Já, do portal Nota Curitibana, entre outras iniciativas de sucesso.

De acordo com Zanini, as ações demonstraram o empenho da cidade em facilitar a vida da população. “Antes, era necessário ir até um posto de saúde para marcar uma consulta. Com o Saúde Já, é possível fazer isso de qualquer lugar”, comenta. “Desde o lançamento do aplicativo, em abril de 2017, já foram mais de 100 mil instalações em smartphones e mais de 98 mil agendamentos realizados", destaca.

Além de ajudar as cidades a buscarem melhorias em seus processos, o ICI também tem feito o mesmo internamente: no ano que antecedeu o aniversário de 20 anos, a entidade promoveu diversas ações, entre elas a implantação de uma cultura de eficiência. "Uma das novidades nesse sentido foi a criação de um código de conduta. Quando lidamos com clientes que são entes públicos temos que ter um cuidado ainda maior com a ética e com a transparência. Por isso, criamos essa ferramenta, reforçando as políticas internas que já tínhamos sobre o assunto”, revela o assessor de mercado do ICI, Amilto Francisquevis.

O ano de 2017 também foi marcado pelo credenciamento do ICI no Comitê da Área de Tecnologia da Informação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. “Dessa maneira, acompanharemos de perto as políticas nacionais, contribuindo com outras empresas de expressão para o avanço da inovação nas cidades do Brasil”, complementa Francisquevis.

Durante o ano, o Instituto também trabalhou intensamente na área financeira, regularizando todas as obrigações legais, além de receber a aprovação dos dois últimos balanços. O diretor técnico do ICI, Fernando Matesco, disse que melhorar a produtividade e a sustentabilidade financeira foi uma das metas da nova gestão: “As ações foram realizadas em toda a empresa, o que nos levou à redução de, aproximadamente, 30% dos valores gastos com fornecedores e o fortalecimento das equipes internas de desenvolvimento dos sistemas."

Prêmios, certificações e novos produtos

Acompanhando o sucesso do Nota Paraná, Curitiba relançou seu programa de incentivo à identificação e emissão de notas fiscais, sendo o ICI o responsável pelo desenvolvimento do agora nomeado Nota Curitibana. A elaboração do sistema de Controle de Processos para a Procuradoria Geral do Município também foi outra realização de destaque do ano passado. Já para o mercado, o ICI fez o lançamento de sua solução completa para o Atendimento ao Cidadão, divulgada durante a Smart City Expo Curitiba, que aconteceu em março de 2018.

Mas o período não foi só marcado por novidades: o reconhecimento pela conquista do PPrQG – Prêmio Paranaense em Qualidade em Gestão, e recertificações, como a ISO 9001 e MPS-BR Serviços, também fizeram parte dos momentos da nova gestão, que centralizou internamente todo o desenvolvimento de softwares, o que permite um controle mais efetivo do conteúdo e dos processos. Sobre as realizações, Matesco destaca: “A proposta é estarmos na vanguarda, apresentando as melhores soluções para as cidades se tornarem mais inteligentes. Isso só é possível se também tivermos como meta ser uma empresa inteligente, com elevados padrões de qualidade.”

Compartilhe: