Ir para conteúdo

ICI atinge bons resultados em pesquisa de Nível de Maturidade em Gerenciamento de Projetos

Equipe de gerenciamento de projetos do Instituto
Equipe de gerenciamento de projetos do Instituto

No último mês de abril foi divulgado o resultado da pesquisa de Nível de Maturidade em Gerenciamento de Projetos. Na visão geral de Maturidade no Brasil, o ICI está acima da média do nível de maturidade das empresas de desenvolvimento de software. Com nota 3.84, o Instituto encontra-se no nível três e está acima das 301 empresas entrevistadas. Dentre essas, 51 são de tecnologia. A média nacional geral ficou em 2.59.

“Recebemos o resultado da pesquisa com grande satisfação”, celebra o diretor técnico do ICI, Fernando Matesco. “O Instituto vem evoluindo gradativamente o nível de maturidade graças ao comprometimento e esforço de todos os envolvidos. O nível alcançado reforça que estamos no caminho certo, a adoção das melhores práticas em gerenciamento de projetos vem apresentando excelentes resultados e efetivamente agregando valor ao Instituto e principalmente aos nossos clientes”, conclui.

A coordenadora de Projetos Francielle Vieira acredita que o Instituto está num ótimo patamar entre as empresas. “As outras instituições se destacam no nível dois, já o ICI está acima das empresas de tecnologia que foram entrevistadas. Enquanto estão no nível conhecido, o ICI está no padronizado”, comenta.

A pesquisa observou o atendimento a projetos do portfólio do Instituto conduzidos pela Gerência de Projetos ao longo do ano de 2017 e trouxe uma análise dos resultados considerando algumas dimensões, como estrutura, alinhamento estratégico, informatização, metodologia e diferentes tipos de competências.

Os pontos de destaque do ICI, com pontuação acima de 70%, foram: estrutura organizacional, metodologia, competência técnica e contextual e competência em gerenciamento de projetos.

“Para que nosso nível possa crescer ainda mais, é necessário alinhamento estratégico. Estabelecer critérios padronizados para a priorização de projetos. É preciso buscar um sistema integrado que atenda os projetos utilizando métodos tradicionais e ágeis”, indica Francielle. “Também precisamos trabalhar a gestão de competências para capacitar os colaboradores a evoluírem suas competências comportamentais, com dinâmicas e treinamentos”, finaliza.

Sobre a pesquisa

A empresa responsável pela pesquisa é Archibald & Prado. Para a obtenção dos resultados, foi realizado um questionário on-line com 50 perguntas objetivas para avaliação dos níveis de maturidade.

A análise possui cinco níveis, sendo eles: inicial, conhecido, padronizado, gerenciado e otimizado. No primeiro (inicial), a empresa não possui percepção de projetos e gerenciamento, não existem projetos padronizados. No segundo (conhecido), a empresa possui conhecimentos introdutórios e as ações de planejamento são isoladas, cada profissional trabalha a seu modo.

O terceiro nível (padronizado), que é onde o ICI se encontra, demonstra que foi implantada uma plataforma de gerenciamento de projetos. Existe evolução nas competências, utiliza planejamento, medição de desempenho dos projetos encerrados.

No quarto nível (gerenciado), a empresa demonstra que a plataforma de gerenciamento de projetos funciona e dá resultados, os profissionais têm alto nível de competência, anomalias são eliminadas. Neste cenário, uma quantidade significativa de projetos já completou seus ciclos de vida. No quinto e último nível (otimizado), a empresa demonstra que a plataforma de gerenciamento de projetos não somente funciona e dá resultados como também foi otimizada por meio de inovação tecnológica e de processos.

 

Compartilhe: