Ir para conteúdo

Unidade Bairro Alto é campeã em agendamentos pelo aplicativo

Na imagem, Elenice Aparecida Tulceski de...
Na imagem, Elenice Aparecida Tulceski de Oliveira. Foto: Divulgação/SMS

Chegar cedo no posto de saúde de madrugada para pegar senha e esperar pelo atendimento é coisa do passado para a promotora de vendas Elenice Aparecida Tulceski de Oliveira, 49 anos. Desde que instalou no telefone celular o aplicativo Saúde Já, seus atendimentos na unidade Bairro Alto são feitos em horários mais convenientes.

O posto do Bairro Alto é campeão de agendamentos pelo aplicativo Saúde Já entre as 110 unidades de saúde. Elenice enumera motivos pelos quais gostou tanto do serviço criado este ano pela Prefeitura. “Não preciso mais enfrentar fila, vir pela manhã. O aplicativo é fácil de usar, tem dias que peço para meu filho marcar o atendimento e eu sou atendida na hora certa”, diz.

O aplicativo Saúde Já foi desenvolvido pelo Instituto das Cidades Inteligentes (ICI) e começou a ser implantado em abril. No final de junho, estava disponível para todos os postos de saúde da cidade. A ferramenta está disponível em plataforma Android e iOS.

Entre junho e o início de dezembro, 1,9 mil atendimentos foram agendados pelo aplicativo e a mudança na movimentação no posto já é perceptível. “Reduzimos a fila em 60%. Os usuários aceitaram rapidamente essa alternativa, tendo mais conforto para o atendimento e facilitando a nossa distribuição de oferta dos serviços”, conta a chefia da unidade, Danieli Oliveira.

A unidade Bairro Alto tem 18 mil usuários cadastrados e, localizada a uma quadra do terminal de ônibus do bairro, tem alta procura da população. Por isso, antes de o aplicativo Saúde Já ser criado, era hábito também ofertar o agendamento por telefone. Quando a ferramenta surgiu, os funcionários se esforçaram em ensinar os usuários como instalar o serviço e fazer o cadastro.

Foi assim que a auxiliar de produção Marinete Ferreira, 45 anos, começou a agendar seus atendimentos e indicar para familiares e amigos. “Facilitou muito. Fica muito mais fácil vir para o posto com hora marcada”, fala. A aposentada Sonja Morilhos, 60 anos, também aprendeu com a equipe do posto como usar o aplicativo e não se preocupa mais se vai conseguir atendimento. “Já garanto em casa, na melhor hora para mim”, diz.

Fonte: Portal da Prefeitura de Curitiba

Compartilhe: