Ir para conteúdo

Notícias

Central 156 faz capacitação de atendentes na área de Direitos Humanos

A capacitação foi feita com 63 colaboradores da Central

A Assessoria de Direitos Humanos da Prefeitura de Curitiba e a Central 156 promoveram uma capacitação dos teleatendentes sobre temas como violência contra mulheres, racismo, injúria racial, intolerância religiosa e LGBTfobia.

A capacitação foi feita com 63 profissionais da central que trabalham diretamente no atendimento ao público.

Como é praxe na administração do serviço, sempre que há demanda acentuada sobre determinado assunto, promove-se um incremento mais aprofundado sobre o tema.

“É preciso manter o desenvolvimento contínuo das equipes para que as informações e orientações cheguem com agilidade e precisão ao público que busca o serviço”, destaca Ozires de Oliveira, gerente de serviços da central.

Além da capacitação mais detalhada – no caso dos Direitos Humanos foram seis horas de palestras em diferentes turmas –, a Central também promove no dia a dia esclarecimentos com os diversos órgãos do município, a fim de responder e encaminhar da melhor forma novas solicitações ou pedidos que estejam em alta.

Áreas

A capacitação em Direitos Humanos incluiu palestras com técnicos da área, que é dividida no município em Políticas para Mulheres, Igualdade Racial e Diversidade Sexual.

O conteúdo trabalhado incluiu, por exemplo, desde a história do desenvolvimento da área de Direitos Humanos até como encaminhar os casos de violência contra mulher, injúria racial, intolerância religiosa, xenofobia, entre outros.

Serviço

Central 156 atende 24 horas por dia, todos os dias, por telefone, site e app (iOs ou Android).

Fonte: Prefeitura de Curitiba