Ir para conteúdo

Curitiba disputa primeiro lugar no ranking de cidades mais inteligentes do mundo

Visita virtual no Centro de Controle Operacional...
Visita virtual no Centro de Controle Operacional da Muralha Digital foi conduzida pela assessora técnica da SMAP-TI

Nesta semana, o comitê avaliador do Prêmio Intelligent Community Forum (ICF) realizou uma visita virtual no Centro de Controle Operacional da Muralha Digital. O tour teve a duração de dois dias e faz parte da premiação que reconhecerá a cidade mais inteligente do mundo. Além do projeto Muralha, Curitiba concorre com outras ações inovadoras, como o programa Wi-Fi Curitiba, os Faróis do Saber e Inovação, a Fazenda Urbana, entre outros. 

O assessor institucional do Instituto das Cidades Inteligentes (ICI) e gestor do projeto Muralha Digital, Fabrício Zanini, comenta que o reconhecimento em um evento internacional é motivador e reforça a importância do investimento em segurança pública. “O conceito de um cerco digital de segurança ao redor da cidade contempla gestão do trânsito, do transporte coletivo, a defesa civil e a assistência social com dispositivos inteligentes, todos conectados. A integração entre os atores envolvidos é fundamental para alcançar resultados positivos”, diz Zanini.

A assessora técnica da superintendência de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Curitiba (SMAP-TI), Carla Flores, conduziu a visita virtual e apresentou as ações destaques da capital paranaense. “É uma satisfação ter a oportunidade de tornar público o cuidado que o Município de Curitiba tem com as questões de governança no uso da tecnologia em um projeto da envergadura do Muralha Digital”, celebra Carla.

Curitiba concorre ao prêmio de cidade mais inteligente do mundo ao lado de Binh Duong Smart City (Vietnã), Langley e Winnipeg (Canadá), Mississauga (Canadá), Moscou (Rússia) e Townsville (Austrália). O resultado será divulgado em outubro.

 

Compartilhe: