Ir para conteúdo

ICI reorganiza sua operação devido à pandemia do novo coronavírus

Colaboradores da área de Sistemas em home office
Colaboradores da área de Sistemas em home office
Teleconferências mantêm a realização de reuniões diárias das equipes de projetos
Colaboradores da área de Sistemas em home office
Equipes prestam suporte técnico nas unidades de saúde do município
Na Central 156, aumenta distância entre pessoas que estão trabalhando localmente
Teleconferências mantêm a realização de reuniões diárias das equipes de projetos
Colaboradores da área de Sistemas em home office
Equipes prestam suporte técnico nas unidades de saúde do município
Na Central 156, aumenta distância entre pessoas que estão trabalhando localmente

Com as medidas de prevenção ao novo coronavírus estabelecidas em todo o País, o Instituto fez uma força-tarefa para viabilizar o trabalho remoto para grande parte dos colaboradores. Hoje, pode-se afirmar que mais de 80% de todo o público interno está fazendo home office. Resultado do trabalho conjunto de todas as equipes, com forte atuação das áreas de Redes, Assistência Técnica e Administrativa.

O diretor técnico do ICI, Fernando Matesco, reforça que a Diretoria está constantemente buscando alternativas e promovendo ações para a continuidade dos serviços, em conjunto com a preservação da saúde dos colaboradores. “Seja com o trabalho remoto, rodízios, horários alternativos, uma forma diferente de prestarmos os serviços. Rapidamente conseguimos nos planejar e reinventar nosso modo de trabalho”, diz Matesco.

Apps de mensagens e ferramentas de videoconferência estão sendo grandes aliadas no período. O gerente de Infraestrutura do ICI, Alessandro Nowicki, conta que o modus operandi da equipe não mudou: “As reuniões e os atendimentos permanecem sendo feitas da mesma maneira.”

A Coordenação de Assistência Técnica (COAT), que presta serviços dentro e fora do ICI, está operando com escalas de trabalho. “Vários chamados que eram atendidos em campo, hoje, estão sendo resolvidos de dentro do ICI. Vai ao local somente quando envolve hardware”, diz Alessandro. Os técnicos têm usado luvas, máscaras e tomado cuidado redobrado com a higienização das mãos. 

O Service Desk também está viabilizando a possibilidade de trabalho remoto. “Parte da equipe já está em casa. Com a queda no número de chamados, por conta da suspenção de algumas atividades municipais, conseguimos fazer mudanças sem grandes impactos”, informa Alessandro. Há ainda o pessoal dos Ambientes Informatizados, que ficam em prédios públicos. “Afastamos pessoas do grupo de risco e montamos escalas com os demais.”

Piloto

O planejamento para a mudança da operação para trabalho remoto teve início dia 13 de março, na Gerência de Sistemas. Primeiro, foi feito um piloto com uma equipe de sete colaboradores, que iniciou o home office no dia 17. Depois, foi montado um grupo com analistas mais experientes para apoiar os coordenadores no processo de gestão de serviços, a fim de garantir a continuidade e disponibilidade segundo os níveis de serviços contratados pela prefeitura.
O gerente Wagner Correia conta que foi realizada uma reunião de monitoramento por videoconferência para avaliar e ajustar o novo esquema de trabalho. “Organizamos um sistema de comunicação tipo ponto a ponto e grupos temáticos e unificamos nosso horário de trabalho”, comenta Wagner.

Segue a rotina

Robson Meireles dos Santos, gerente de Sistemas GRP, comenta que 48 pessoas da área estão trabalhando remotamente. “A movimentação para manter os serviços, mesmo com a crise da Covid-19, foi grande e rápida, devido ao apoio da equipe de infraestrutura”, destaca. Com tecnologias atuais, os times mantêm sua integração com reuniões virtuais e atendem ligações telefônicas redirecionadas, sempre à disposição das diversas secretarias da Prefeitura de Curitiba.

O gestor da área de inovação do Instituto, Rodrigo Manso, relata que, pela rotina de sua equipe ser diferenciada, as mudanças não alteraram tanto o dia a dia. “Por ser uma área de Pesquisa & Desenvolvimento, conseguimos trabalhar em home office realizando nossas pesquisas e permanecemos em contato constante. Tem sido uma ótima experiência e vejo que a equipe está focada e conseguindo alcançar uma maior produtividade”, acrescenta.

Na área de Projetos, a gerente Vanessa Cantelli garante que nada foi interrompido, mas sim adaptado. “Estamos nos ajustando ao processo e à nova forma de trabalho. As equipes estão empenhadas e a comunicação tem ocorrido diariamente e de forma efetiva”, comenta.

Na Diretoria Administrativa e Financeira, a rotina e o trabalho continuam os mesmos. Por segurança, a jornada diária foi reduzida e as equipes estão atuando em escalas. A Diretoria Jurídica e Compliance também reduziu a jornada e mudou o horário para evitar aglomerações urbanas. As assessorias de Mercado e Comunicação estão atuando 100% remotamente.

A equipe do Cartão Qualidade do edifício Delta está sob regime de escala e a do ICI, home office. A Digitalização trabalha sob escala e, na Central 156, testes estão sendo feitos para viabilizar o trabalho remoto. No momento, parte da equipe está fazendo home office e outros, escala. Além disso, algumas ações e modificações estão sendo feitas para aumentar a distância entre os colaboradores.

“O comprometimento das equipes que estão em trabalho local tem sido exemplar. Todos estão conscientes da sua responsabilidade e dos cuidados em relação à saúde“, conta o coordenador de Atendimento do Cidadão, Ozires de Oliveira.

O gerente Robson Meireles observa: “Mesmo à distância, as equipes permanecem coesas e focadas na sustentação do negócio, enquanto alimentam a fé de que tudo isso vai passar e, em breve, retornarão mais fortes à vida normal.”
Para Vanessa Cantelli, já é possível ver pontos positivos com toda esta situação. “Acredito que temos a confirmação de que somos um grande time, todas as áreas empenhadas em colaborar, e que podemos fazer diferente”, conclui.

 

Compartilhe: