Ir para conteúdo

Osasco melhorou seu desempenho e atingiu a nota máxima no i-Gov TI

Osasco melhorou seu desempenho e atingiu a nota...
Osasco melhorou seu desempenho e atingiu a nota máxima no i-Gov TI (Créditos: Prefeitura de Osasco)

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) divulgou recentemente que, em 2019, pelo segundo ano consecutivo, Osasco melhorou seu desempenho e atingiu a nota máxima na avaliação do Índice Municipal de Governança de Tecnologia da Informação, o i-Gov TI.

Anualmente, o índice mede o conhecimento e o uso de recursos de Tecnologia da Informação em prol da sociedade. Além disso, reúne informações sobre liderança, planejamento estratégico, transparência e controle da gestão da informação, gestão de pessoas, processos de TI e avaliação de desempenho.

Dentre os parceiros tecnológicos da Prefeitura de Osasco está o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI), que atua há mais de 10 anos no município com o desenvolvimento e aplicação de soluções de TI para a administração pública.
“Para nós, do ICI, é uma honra saber que contribuímos com este resultado bastante positivo alcançado pela prefeitura municipal. Sempre buscamos trazer inovação nos serviços públicos e na qualidade dos atendimentos, com foco na satisfação dos cidadãos”, comenta o diretor-presidente do Instituto, Fabrício Zanini.

Segundo Alex Soares de Oliveira, subsecretário de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Osasco, o resultado, sem dúvida, reflete os esforços do órgão para fomentar a modernização da gestão e a democratização do acesso à conectividade, criando instrumentos que conduzam à eficiência na organização e nos serviços públicos municipais prestados, objetivando o desenvolvimento de uma Osasco mais inteligente, humana, sustentável e menos desigual.

O gerente de projetos do ICI em Osasco, André Moro, diz que o reconhecimento mostra a importância do trabalho do Instituto na região. “Agradecemos o apoio de todas as equipes do ICI, tanto de Osasco quanto da sede em Curitiba, que contribuíram para que atingíssemos a pontuação máxima no i-Gov TI.”

 

Compartilhe: