Ir para conteúdo

Notícias

Procurador e secretários de Ponta Grossa conhecem soluções do ICI

Município projeta investimento em tecnologia para otimizar serviços locais

Na última terça-feira (8), o Instituto das Cidades Inteligentes (ICI) recebeu o procurador geral do município de Ponta Grossa, Dr. Gustavo Schemim da Matta, que veio conhecer a solução eGPJ – Gestão de Processos Judiciais Eletrônicos.

Maurício Pimentel, diretor de Sistemas e Inovação do ICI, Rogerio Mendes Pereira Junior, da Assessoria de Relações Institucionais e de Mercado, e Felipe Rezende, líder do projeto eGPJ, apresentaram a solução e seus diferenciais. “Ela foi desenvolvida para gerenciar o grande volume de processos judiciais e centralizar todas as demandas da Procuradoria em uma única ferramenta. Recentemente, também foi premiada em Londrina no Programa de Incentivo à Inovação e tem contribuído fortemente com as demandas do município”, comenta Rezende.

O procurador de Ponta Grossa conta que é do interesse da cidade ser mais produtiva e inteligente, e por isso se interessaram em conhecer a solução: “A visita foi muito proveitosa. Pudemos saber como funciona o sistema e o Instituto como um todo.”

Além de Gustavo, estiveram no ICI o secretário municipal da Fazenda, Cláudio Grokoviski, e a secretária municipal de Cidadania e Segurança Pública, Tânia Sviercoski. O grupo conheceu o Centro de Controle Operacional da Guarda Municipal de Curitiba, que foi apresentado pela coordenadora do projeto no ICI, Alana Sdroievski. "Apresentamos nosso escopo de trabalho e a implantação de novas câmeras de videomonitoramento. Na primeira fase, instalamos 488 equipamentos em diversos pontos da cidade de Curitiba. Importante destacar que todas essas novas câmeras contam com diversos analíticos, como reconhecimento facial, linha e área de intrusão, detecção de objeto deixado e removido etc."

Segundo Alana, a evolução do projeto consiste na integração das câmeras do legado da Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, novas faixas de radares e modernização das viaturas e trajes da Guarda Municipal de Curitiba.

Sobre a visita ao Centro de Controle, Tânia Sviercoski comenta: “Foi importante vermos de perto toda a tecnologia envolvida. Hoje nós temos um serviço de monitoramento em Ponta Grossa, mas queremos incorporar inteligência artificial e fazer um centro de operações semelhante ao de Curitiba, pois ficamos bastante satisfeitos com o que vimos.”